O “Bebum” no cemitério

images (2)

Um bêbado vai no cemitério e começa a beijar uma defunta…
Quando ele estava indo embora, a defunta levanta e pergunta:
Vai me ligar né?
Ai o bêbado responde:
Gata, vai da não ! só tenho bônus pra vivo…

França define data para o fim dos carros a combustão

Depois de a Volvo anunciar que vai parar de fabricar carros movidos apenas a combustão até 2019, o governo da França anunciou hoje que vai banir a venda de carros desse tipo até 2040. O anúncio, segundo o Guardian, foi feito pelo governo de Emmanuel Macron como parte de um plano ambicioso para atingir as metas do acordo de clima de Paris.

Nicolas Hulot, o ministro de ecologia do país, foi quem fez o anúncio, que segundo ele representava uma “verdadeira revolução”. Hulot reconheceu que seria um desafio para as montadoras, mas disse que tinha confiança de que elas “têm ideias suficientes na gaveta para conseguir atingir essa meta, que também é uma questão de saúde pública”.

 A opinião de Hulot quanto ao preparo da indústria automobilística francesa para encarar essa proibição é bem embasada. De acordo com dados da Agência Europeia do Meio Ambiente citados pelo Guardian, as três montadoras de grande porte com menos responsabilidade por emissão de carbono eram francesas (Peugeot, Citroën e Renault em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente).

Tá pouco

Os planos da França para evitar o aquecimento global não pararam por aí, segundo o Engadget. O governo também se comprometeu a estabelecer um “imposto de carbono”, que poderá onerar as empresas em mais de 100 euros por tonelada de carbono emitida. O país também deverá parar de emitir licenças para exploração de petróleo e estabelecer incentivos para a geração de energia por meios renováveis.

Esses planos, segundo o professor David Bayley, da Universidade de Aston, um especialista da indústria automotiva, são importantes. “Se forem bem executados, eles podem mandar uma mensagem muito clara às montadoras e aos consumidores sobre a direção do mercado, e podem acelerar a transição para carros elétricos.”

Vale lembrar que a França não é o primeiro país a adotar medidas desse tipo. A Alemanha, por exemplo, já anunciou que proibirá a venda de carros movidos a combustão interna até 2030 – mesmo ano proposto pela Índia, segundo o Times of India -, e Holanda e Noruega também têm planos semelhantes para ainda mais cedo: 2025.

Olhar Digital

Fãs do Green Day dão espetáculo à parte cantando hit do Queen a uma só voz

GDQueen_INTERNA

Certas canções são tão clássicas e especialmente amadas e icônicas que são capazes de roubar a cena em shows de outras bandas – até mesmo 42 anos depois de lançadas, ao serem simplesmente tocadas nos falantes antes do show de fato começar.

Foi o que aconteceu no último sábado, nos momentos que antecediam um show da banda americana Green Day no Hyde Park, em Londres – quando, para entreter os 65 mil fãs que aguardavam o show começar, o DJ decidiu colocar “Bohemian Rhapsody“, do Queen, para tocar.

A cena foi registrada somente por uma câmera estática, localizada na parte de trás do palco, à distância, mas ainda assim é de arrepiar: toda a multidão canta a canção de Freddie Mercury a plenos pulmões, do início ao fim, como se fosse ela a grande atração da noite. Nem mesmo os solos ficaram de fora, e foram também cantados pelos ingleses que ocupavam o parque.

GDQueen1
O Queen na icônica capa e vídeo da canção

E não se trata de uma canção simples, de melodia memorável como muitas pérolas descartáveis do pop: “Bohemian Rhapsody”, como bem sabemos, mistura trechos de baladas melódicas com opera e rock, em uma das mais complexas músicas a alcançarem tal sucesso.

Green Day

No fim, com toda justiça, a plateia aplaudiu a si mesma – e ao Queen que, mesmo 26 anos após a morte de Freddie Mercury, segue cantando lindamente, como uma apresentação difícil de ser seguida, mesmo que somente em um disco tocado por um DJ.

GDQueen_INTERNA

fotos: divulgação

Hypeness